Peter Diamandis veio até o Brasil (e nós estivemos com ele)

4 de setembro de 2018 | 2 semanas atrás | Tempo de leitura: 6 minutos

Por Vinicius Debian

Organizado pela Singularity University e estrelado pelo seu co-fundador, Peter Diamandis, o evento da comunidade Abundance 360 promoveu diversas discussões envolvendo inovação. O fórum, que é realizado na Califórnia anualmente, ganhou a primeira edição na América do Sul, e aconteceu no Rio de Janeiro nos dias 30 e 31 de agosto.

O público é composto por empresários, CEOs de grandes empresas, executivos e empreendedores ligados a inovação e tecnologia. Na edição brasileira, Peter abordou sua visão otimista de futuro e mostrou o impacto de tecnologias nas mais diversas áreas.

Singularity University: uma escola de futurismo

A Singularity University (SU), organizadora do evento, foi fundada em 2009 por Peter Diamandis, um empreendedor visionário que pretendia criar a mais avançada escola de futurismo, e por Ray Kurzweil, considerado por muitas pessoas o maior futurista do mundo, diretor de engenharia do Google e autor do livro The Singularity is Near.

Para tornar a ideia realidade Peter precisava, além de Ray, de outros dois parceiros: a NASA Ames Research Center, centro de pesquisa  da NASA localizado no Vale do Silício, onde ficariam as instalações da Singularity; e o próprio Google, que traria, basicamente, o prestígio, com direito a discurso de Larry Page na aula inaugural.

A universidade oferece cursos de especialização, de férias e workshops. O ponto em comum entre os cursos é que todos os programas visam capacitar os participantes para aproveitarem tecnologias visando melhorar a vida das pessoas, munindo os estudantes, também, de conhecimentos para enfrentar importantes dilemas globais.

Comunidade Abundance 360

Criada em 2012, Abundance 360 é “a comunidade de membros empreendedores exponenciais e extraordinários de Peter Diamandis”.

Desde então, reuniões anuais são realizadas, e continuarão a acontecer durante o período de 25 anos desde a criação da comunidade. É uma contagem regressiva até a singularidade, segundo Peter.

Nos eventos, Diamandis traz discussões sobre tecnologias exponenciais e disruptivas que impactarão empresas e negócios em um prazo curto, de 2 a 5 anos, e fornece estratégias para seu uso.

O foco é voltado ao objetivo principal da comunidade: capacitar os empreendedores que se tornaram membros a gerarem uma riqueza extraordinária enquanto criamos todos um mundo de abundância.

Aliás, a questão de se ter um propósito – assim como o dele –  foi um dos pontos que mais chamou a atenção durante o evento.

Estamos vivendo um momento em que falar sobre propósitos na vida tem sido tema recorrente em várias áreas, mas principalmente no âmbito empresarial. De nada adianta ter um propósito nobre se ele é apenas uma frase bonita e desconectada de tudo que acontece na sua operação ou na sua relação com seus clientes.

O impacto de parar por um tempo para emergir neste assunto provoca reflexões até mesmo sobre a criação de nossos filhos. Segundo o co-fundador da Singularity, é muito importante ensinar e incentivar eles a “descobrirem desde cedo sua verdadeira paixão, a fazerem as perguntas certas e, finalmente, perseverarem em seus objetivos”.

Parece fácil, mas em uma época hiper-acelerada, sabemos o grande desafio que é colocar em prática os ensinamentos repassados por Peter Diamandis – que mais tarde fariam todo sentido com o conceito de moonshot mindset defendido por ele.

Pensamento exponencial e de abundância

Nossa mente influencia todas as nossas decisões e, por meio de pensamentos como “uma mente negativa nunca vai te dar um vida positiva”, Diamandis reforçou durante todo o tempo a importância da mudança de mindset na construção de novos modelos de vida e de negócios. Apresentou, também, vários caminhos para um pensamento mais abundante, e que ainda possa trazer, de fato, um grande potencial disruptivo por meio do crescimento exponencial.

Longevidade

O fundador da SU quer prolongar a vida humana de maneira saudável. Sendo assim, Peter tem desenvolvido tecnologias nessa área. No evento, trouxe líderes do setor: Bob Hariri, co-fundador e CEO da Celularity, empresa que visa o uso de células tronco para aumento da longevidade, e Cevdet Samikoglu, CFO da Samumed, que trabalha com medicina regenerativa.

Tecnologias exponenciais

Quais as tecnologias que criarão oportunidades de negócios e quais serão capazes de romper mercados? Para responder a questão, Peter mostrou as últimas tecnologias de robótica, realidade virtual e aumentada e impressão 3D.

Foi impressionante visualizar a real capacidade de se imprimir componentes já com recursos de IoT integrados. Imagina o poder de impacto e de inovação a partir deste processo?

MTP e Moonshots: o ponto alto do Abundance 360 Rio

No ponto alto do evento, Peter procurou compartilhar seus conhecimentos sobre o tema e o que é necessário para aperfeiçoar e buscar um Moonshot, construir uma equipe e liderar esse ambiente.

O termo Moonshot, ou “voo à Lua”, em tradução literal, é usado para qualificar projetos de tecnologia que pretendem resolver grandes problemas, usando soluções radicais e tecnologias inovadoras.

Para Diamandis, todo empreendedor exponencial deve ter seu próprio Massively Transformative Purpose (MTP). O MTP é o grande “porquê” por trás de todo o trabalho realizado, que une e inspira todos a agir. Para ter sucesso no mercado do futuro, todo empreendedor deve saber desenvolver um MTP para impulsionar seu moonshot, um produto ou serviço com o potencial de crescer dez vezes mais do que qualquer outro.

Pelos próximos 25 anos

Peter Diamandis encerrou o evento convidando todos os participantes a continuarem como membros da Abundance 360 nos próximos anos, realizando a chamada e a apresentação do programa para 2019. Nós, sem dúvida nenhuma, estaremos lá!