O futuro é abundante: a importância do pensamento exponencial e de abundância

13 de setembro de 2018 | 7 dias atrás | Tempo de leitura: 4 minutos

Muitas pessoas têm a mentalidade do “se”: se tivesse o emprego dos sonhos, se estivesse de férias, se tivesse escolhido outro caminho, e por aí vai. Pensamentos como esses podem dar a sensação de vivermos sempre presos, de não termos o suficiente e, pior, de não sermos suficientes. Esse pensamento de escassez, segundo Peter Diamandis, nunca trará frutos, de modo que é preciso mudar o mindset para a construção de um pensamento de abundância e crescimento exponencial, tanto na vida pessoal, quanto nos negócios.

Enquanto a escassez é focada no que não temos, o pensamento de abundância volta a atenção para o que temos – permitindo enxergar possibilidades, ao invés de limites.

Segundo Diamandis, nós vivemos em um mundo de abundância, cheio de recursos disponíveis. Para ele, as novas tecnologias permitirão que tais recursos e experiências cheguem a um número muito maior de pessoas.

As pessoas, no entanto, ainda se mostram céticas com relação ao cenário colocado por Peter, e acreditam na insuficiência do desenvolvimento tecnológico nas próximas décadas para alcançar o futuro imaginado por ele.

Apesar disso, a influência de nossa mente em todas as decisões e o papel imprescindível da tecnologia na capacidade de revolucionar nossas vidas são indiscutíveis. Porém, sem entender o que realmente nos move, este caminho pode ser muito difícil e, a revolução, inalcançável. Sendo assim, mudar o mindset para a construção de um pensamento de abundância e crescimento exponencial é imprescindível.

O que é o crescimento exponencial?

Enquanto o crescimento linear produz uma linha reta e estável, o crescimento exponencial sobe rapidamente, tornando mais difícil prever os acontecimentos seguintes.

Em um mundo como o atual, pensar de maneira linear pode trazer problemas, pois podemos ser surpreendidos por fatores inclinados a um crescimento exponencial.

Nos negócios, pensar linearmente pode acabar com empresas. No final da década de 90 a Kodak acreditou que a câmera digital poderia prejudicar seus negócios. Ao ignorar o poder das tecnologias, a empresa foi engolida pelo mercado e se viu obrigada a fechar as portas, em 2012.

Ter um pensamento abundante e exponencial parece simples, mas a rotina e o medo de arriscar podem atrapalhar. Nossas mentes estão condicionadas a pensar de forma linear, deixando-nos, muitas vezes, cegos para as possibilidades oferecidas pela tecnologia.

O mundo atual exige a capacidade de fazer projeções para o amanhã, elaborando planos e possibilidades para situações diversas. De acordo com Pascoal Finette, presidente de Empreendedorismo e Open Innovation na Singularity University: “A sua taxa de crescimento é igual à magnitude do seu desafio multiplicada pela intensidade do seu ataque”.

Para nos preparar, é preciso ajustar as expectativas lineares, para, então, alcançar um futuro ainda mais abundante. E aí, você está pronto para equalizar e tornar seu pensamento exponencial?