O que é Design Thinking

21 de novembro de 2018 | 3 semanas atrás | Tempo de leitura: 6 minutos

O Design Thinking é uma abordagem muito utilizada na criação de produtos e serviços, mas que vem ganhando espaço em outras áreas. Nós já falamos um pouco sobre esse tema em nosso último post e, agora, voltamos para explicar o que é Design Thinking e nos aprofundar um pouco mais no assunto.

O conceito, que surgiu dentro do design, pode ser utilizado em diversas áreas e ajuda a resolver uma série de questões. Essa abordagem revoluciona a maneira de encontrar saídas inovadoras e criativas, que são sempre focadas nas necessidades humanas. Seja do cliente ou dos usuários de um produto ou serviço, se esse for o caso.

Na prática, o processo é realizado de forma coletiva e colaborativa. Os envolvidos no projeto são colocados no centro do desenvolvimento e ajudam na hora de ter ideias e inovar. São equipes multidisciplinares que irão pensar sobre o projeto para alcançar soluções.

Já que o trabalho é conjunto, de modo que as percepções de todos os envolvidos podem ser colocadas e analisadas, é possível tangibilizar as necessidades e alcançar  a satisfação.

Resumidamente, trata-se de um conjunto de métodos e processos para identificar e abordar problemas. Com a utilização dessas ferramentas, é possível pensar os negócios de uma forma nada convencional. É a maneira do designer de pensar, que utiliza o pensamento abdutivo, “fora da caixa”. Com isso, busca-se a formulação de questionamentos e saídas por meio da compreensão das informações e observação do universo do desafio.

As fases do Design Thinking

Na 3MW, o Design Thinking já é utilizado em nossos projetos. Para entender um pouco melhor as etapas desse processo, conversamos com Vinícius Barbosa dos Santos, Design Thinker da 3MW.

Segundo ele, as fases podem ser divididas da seguinte forma:

Empatia

Essa é a primeira etapa do Design Thinking, o momento de entender qual é o problema a ser resolvido.

“Comece falando com especialistas e os possíveis stakeholders envolvidos no seu desafio. Traga seu usuário para perto e aplique uma pesquisa para compreender de forma mais profunda as motivações e comportamentos. Essa fase é essencial para deixar o ‘achismo’ da equipe de lado e validar suposições sobre o problema e público”, explicou Vinícius.

Definição

Depois, é preciso reunir as informações obtidas na primeira etapa e apresentar para os envolvidos os dados de forma concisa, deixando claras as questões enfrentadas.

Nessa etapa, a equipe começa a agrupar todas ideias. Segundo Vinícius, “o lema aqui é: quanto mais melhor. Depois, com alguns exercícios de priorização, vamos encontrando a possível solução que poderá resolver o problema do usuário”.

Ideação

Depois das duas primeiras etapas vem a ideação. É fase de encontrar a ideia mais viável para alcançar o objetivo, deixar os envolvidos desenharem e votarem na ideia que grande parte do grupo concorde levar para próxima etapa: a Prototipação.

Prototipação

É hora de materializar as ideias! Ver o que se encaixa exatamente no projeto e colocar as mãos na massa. “O protótipo deve ser de baixo custo e entregue em um prazo curto de tempo. Com sua construção, todos vão entendendo cada vez mais as dificuldades de colocar o produto na rua e as restrições para desenvolvimento. Após essa etapa, é hora de testar”, explicou Vinícius.

Teste

Agora é o momento de levar a ideia para os usuários. De acordo com o Design Thinker, “essa fase é super importante para entender a percepção do público e se estamos encontrando uma solução”.

“Aqui, você consegue aprender com os erros e refinar seu protótipo antes mesmo de lançar ele no mercado. O teste não tem fim, sempre teremos necessidades para serem suprimidas e feedbacks importantíssimos para resolver os problemas dos usuários”, concluiu Vinícius.

Design Thinking é ação, execução e teste. Uma abordagem revolucionária que como intuito promover uma experiência mais completa e tirar o processo criativo da esfera puramente artística. Dessa forma, é possível aplicar a abordagem em diversas áreas da sociedade, trazendo resultados mais concretos.

Como explicou em seu TED talk o CEO e presidente da IDEO, Tim Brown, o Design Thinking  “fornece uma nova maneira de lidar com os problemas. Ao invés de utilizar a abordagem tradicional de ideias convergentes, em que optamos pela melhor escolha entre as alternativas disponíveis, o Design Thinking  nos incentiva a adotar uma abordagem divergente, a explorar alternativas, novas soluções, trazer ideias que não existiam antes”.