Lições do homem mais rico do mundo

17 de outubro de 2018 | 10 meses atrás | Tempo de leitura: 9 minutos

Por Danilo Kawasaki

No mês passado, Jeff Bezos deu uma palestra inspiradora no Economic Club, na cidade de Washington, EUA. Tendo ultrapassado recentemente o Bill Gates e recebido o título de homem mais rico do mundo (um título que Jeff Bezos não gosta muito), Bezos discutiu os anos iniciais da Amazon, os pilares de seu sucesso e suas opiniões sobre como viver uma vida feliz e saudável. Aqui estão algumas dicas do homem mais rico do mundo.

Seja um Missionário, não um Mercenário

Jeff Bezos deixou uma carreira lucrativa com um hedge fund proeminente para iniciar a Amazon em 1994. A internet estava em fase inicial e abandonar uma promissora carreira de Wall Street para vender livros on-line era considerada por muitos uma ideia maluca. No entanto, Jeff Bezos estava focado em construir um ótimo serviço, oferecendo aos seus clientes uma maneira diferente de comprar livros. Essa crença de que ele estava fazendo algo importante é o que transformou a Amazon no que ela é hoje.

Desde o início, Jeff Bezos fez questão de sempre colocar o cliente em primeiro lugar, não o preço das suas ações. “Não deixe o mercado de ações ser o seu placar”, diz ele. Em vez disso, seja obsessivo com a experiência do seu cliente e todo o resto se encaixará.

Comece pequeno

A Amazon começou com um punhado de funcionários. Nos primeiros anos, o próprio Jeff Bezos levava pacotes para o correio em sua minivan. Mesmo quando a Amazon se tornou uma empresa gigante, suas novas iniciativas – como a Blue Origin e sua fundação recém-formada – começaram com poucas pessoas e recursos financeiros limitados. Suas razões são simples. Ele quer que as pessoas tenham uma mentalidade de start-up, o que ele chama de uma mentalidade do Dia 1, encorajando as pessoas a pensar out-of-the-box e esticar cada dólar ao máximo. Esta é também uma maneira de limitar suas perdas caso essas novas ideias não decolem. Por fim, à medida que sua empresa começar a crescer, não diminua o ritmo. É um mundo competitivo por aí. Você deve estar sempre pensando 2-3 anos à frente.

Siga seus instintos

Jeff Bezos fala sobre tomar decisões com o coração, o instinto, e não apenas com a cabeça, através de análises e planilhas. Ele incentiva o pensamento criativo e ideias fora da caixa. Ele afirma que a Amazon é um ótimo lugar para falhar. Errar não é uma coisa ruim. O erro é um passo mais próximo do acerto.

Jeff também promove cercar-se de pessoas inteligentes, que complementam seu conjunto de habilidades e até desafiam seus pontos de vista. Você deve ser um ótimo ouvinte se quiser ser um grande líder. Você também deve ser realista sobre suas capacidades. Conheça suas limitações e aceite que o poder de “nós” é mais forte que o poder de “eu”.

Sorria sempre

Sem dúvida, um dos segredos do sucesso de Jeff Bezos é sua personalidade incrivelmente positiva. “Eu não posso manter a infelicidade”, diz ele. Jeff Bezos também fala sobre a importância de minimizar os arrependimentos na vida. A maioria dos arrependimentos são atos de omissão, de decisões que você não tomou, então não tenha medo de ir em frente. Bezos também é extremamente focado nas tarefas e não presta muita atenção a distrações. Sempre haverá pessoas duvidando de você ou tentando derrubá-lo. Não deixe que eles lhe desviem dos seus objetivos.

Para manter sua sanidade, Jeff dorme 8 horas por dia e se exercita diariamente. Ele agenda suas reuniões importantes, o que ele chama de reuniões de alto QI, às 10h, quando está esperto e alerta. Ele evita programar reuniões importantes para o final do dia, quando está mais cansado e propenso a tomar decisões erradas. De acordo com Jeff, como CEO de uma das maiores empresas do mundo, seu papel é tomar um pequeno número de decisões, mas de alta qualidade. Ele fica feliz se fizer três boas decisões por dia.

Ser o homem mais rico do mundo não significa nada para Jeff Bezos. Ele destaca a importância de ser humilde e caridoso. Jeff recentemente prometeu US $ 2 bilhões para iniciar uma nova fundação para combater a falta de moradia e criar creches para pais que trabalham em período integral. No final de sua palestra, Jeff agradeceu a seus pais por lhe darem o maior presente que ele poderia ter recebido: amor incondicional.

 

Confira abaixo a versão em inglês:

 

Lessons from the richest man in the world

Last month, Jeff Bezos gave an inspiring talk at the Economic Club in Washington, DC. Having recently passed Bill Gates for the title of the richest man in the world (a title he doesn’t care much for), Bezos discussed the beginning years of Amazon, the pillars of his success, and his views on how to live a happy and healthy life. Here are a few things you can learn from the richest man in the world.

Be a Missionary, not a Mercenary

Jeff Bezos quit a lucrative career with a prominent hedge fund to start Amazon back in 1994. The internet was in its infancy stage and quitting a promising Wall Street career to sell books online was considered by many people a crazy idea. However, Jeff Bezos was focused on building a great service, by providing his customers a different way to shop for books. That belief he was doing something important made Amazon to be what it is today.

From the very beginning, Jeff Bezos made a point to always put the customer first, not the stock price. “Don’t let the stock market be your score keeper,” he says. Instead, be obsessive about your customer experience and the rest will fall into place.

Start small

Amazon started with a handful of employees. For the first few years, Jeff Bezos himself would drive packages to the post office in his minivan. Even as Amazon grew to become a giant company, his new initiatives such as Blue Origin and his newly formed foundation, started with a few people and limited financial resources. His reasons are simple. He wants people to have a start-up mentality, what he calls a Day 1 mentality, encouraging people to think outside the box and stretch every dollar to the max. This is also a way to limit your losses in case these new ideas don’t take off. Lastly, as your business starts to grow, don’t let up. It is a competitive world out there. You must always be thinking 2-3 years ahead.

Power of wondering

Jeff Bezos talks about making decisions with your heart, your gut, not just your head through analysis and spreadsheets. He encourages creative thinking and outside-the-box ideas. He claims Amazon is a great place to fail. Getting it wrong is not a bad thing. It is a step closer to getting it right.

Jeff also promotes surrounding yourself with smart people, who complement your skillset and even challenge your views. You must be a great listener if you want to be a great leader. You also must be realistic about your capabilities. Know your limitations and accept that the power of ‘We’ is stronger than the power of ‘I.’

Laugh easily and often

Undoubtedly, one of the secrets to Jeff Bezos’ success is his amazingly positive personality. “I can’t maintain unhappiness,” he says. Jeff Bezos also talks about the importance of minimizing regrets in life. Most regrets are acts of omission, of decisions you didn’t make, so don’t be afraid to go for it. Bezos is also extremely task focused and doesn’t pay much attention to distractions. There will always be people doubting you or trying to bring you down. Don’t let them derail you from your goals.

To keep his sanity, Jeff sleeps 8 hours a day and exercises daily. He schedules his important meetings, what he calls high IQ meetings, to 10am, when he is fresh and alert. He avoids scheduling important meetings to the end of the day, when he is more tired and prone to make bad decisions. According to Jeff, as the CEO of one of the largest enterprises in the world, his role is to make a small number of high-quality decisions. He is happy if he makes 3 good decisions a day.

Being the richest man in the world doesn’t mean anything to Jeff Bezos. He highlights the importance of being humbled and giving it back. Jeff recently pledged $2 billion to start a new foundation to fight homelessness and create child care centers for working parents. At the end of his talk, Jeff thanked his parents for giving him the greatest gift he could have ever received, their unconditional love.

Danilo mora na Califórnia e é co-fundador, vice-presidente e COO da Gerber Kawasaki. Em 2018, foi indicado pela Investment News como um dos 40 principais consultores financeiros com menos de 40 anos no país.